E ela ao olhar no espelho e ver aquele encaixe tão genuíno, pensou: " como pode  depois de tudo que eles passaram, , depois de tudo... Ainda haver tanto amor." Ela sorriu e o abraçou e naquele momento o mundo poderia parar. Eles estavam juntos e isso bastava para o coração se tornar gigante.  A alma de ambos estavam felizes, sentia-se isso pelos batimentos cardiacos e pela energia que emanava o local. 

Ás vezes só queremos isso... né... 
Boa noite meu amor.


Meu amor, cuidado na estrada
E quando você voltar
Tranque o portão
Feche as janelas
Apague a luz
E saiba que te amo...


Quando Você Voltar


Legião Urbana
Saudade do beijo vulcanico, 
Da alma sendo queimada...
Das roupas que já saem do corpo  só em um olhar.
Saudade calida.
Saudade terna, 
Saudade junina, 
Saudade sagaz...
Saudade de de dois corpos que são um. 
Saudade da juntura perfeita do meu par favorito.
Saudade ardente da sincrinicidade desde o primeiro desnude. 
ah, saudade do choque de alma.
D'Alma felina...
 Profana e  genuína.
 Saudade...

E em até em ler seu nome em um documento do seu trabalho, meu coração acelera. O quê é isso em...

Uma noite que está marcada , não somente na pele... E de repente eles ardem na  febre um do outro. Quando  as bocas se põem loucas, os  suores aromatizados com os cheiros misturadosde cerveja , suor e desejo . Os poros invadidos por um ar sacana, safado, ardente.  A língua explora meu corpo e teus lábios me tua fome, me deixando nua no momento em que queimo no teu beijo,  me afogo no teu fogo, mergulho no teu gosto,fazem amor... A tua voz sussurrando no meu ouvido, me pedindo pra dizer que eu sou tua, arrancando minha roupa, me arrepiando inteira quando me puxa para aarranho tuas costas,  e sussurro que sou pertencente. Sinto-me sua nesse momento. E depois, vem um abraço tão apertado,tua... (completa e  irremediavelmente tua...!)E nessa vontade louca de desbravar os mundos, vamos ambos cheios de desejos...A mão , arde na minha bunda e aquilo soa tão saboroso. Tão casado com um  “ eu te amo”. Nem acreditei orgasmo, dois corpos agarrados e a certeza que a partir dali, nada seria igual. naquelas palavras... O timbre da tua voz me arrepiando,  do teu coração no ritmo do meu corpo.Sincronia, sincronismo! Tesão! Amor! Desejo. Dois corpos tornando-se um! Um eu também te amo. Ela sorriu e os lábios dela responderam , silenciosamente.
Nossos sentidos ,
Meu corpo anseia pelas nossas reticências...
Minha pele deseja a sua leitura em braille.
Minha visão profana... Meu paladar quer o seu gosto.
Meu nariz está em abstinência do seu cheiro.


Tua...

T.


Eu amo as tuas cores que têm nome e sobrenome, amo teus sabores que vêm sempre com uma analogia lírica, amo teu cheiro em harmonia com todos os momentos, amo tua voz que tem o tom certo da palavra que acaricia. Eu amo tua imaginação e o teu olhar de poesia. Eu amo estar enfiada nos teus gestos, de participar do teu jeito, do nosso amor ser um fato. Amo todos os teus atos e também nossos hiatos. Eu amo ser conjugada no futuro dos teus verbos e te fazer inspiração dos meus versos. Eu amo quando nossas frases vêm preenchidas de “nós”, em laços. Eu amo cada detalhe dos nossos processos.
Marla de Queiroz

Como alguém pode nos fazer feliz somente com um oi, com qualquer pequeno gesto.
Eu amo o seu abraço meu amor. Amo cada momento nosso fazendo nada, que parece que estamos fazendo tudo. Amo cada centimetro do seu corpo. Amo esse  seu cheiro e quando ele fica na minha pele.( Posso confessar...  fico horas me cheirando, só pra te sentir mais um pouco em mim.)
Porque vc desperta essas sensações todas em mim , em?
Porque você habita até os meus sonhos , todas as noites?
porque nossasa músicas tocam a todo instante?


Eu te amo muito! E isso é um fato.

"A noite vem poisando devagar
Sobre a Terra,que inunda de amargura...
E nem sequer a bênção do luar
A quis tornar divinamente pura...

Ninguém vem atrás dela a acompanhar
A sua dor que é cheia de tortura...
E eu oiço a Noite imensa soluçar!
E eu oiço soluçar a Noite escura!

Por que és assim tão'scura,assim tão triste?!
É que,talvez,o Noite,em ti existe
Uma saudade igual à que eu contenho!

Saudade que eu sei donde me vem...
Talvez de ti,ó Noite!...Ou de ninguém!...
Que eu nunca sei quem sou,nem o que tenho!!"

Florbela Espanca


Ler ouvindo Halsey, Sorry 

Do que sinto nesse momento nenhuma palavra é capaz de contar, Nada é de fãcil entendimento.Tudo é tão confuso e me causa tanto medo. A vida é meio escolhida por outros ou por nós mesmos? Dói tanto te ver triste e compreender que essa tristeza é oriunda de mim.Minha ignorancia sentimental , ganhou mais uma vez. Ontem foi sãbado e estava lá sozinha, você me veio em pensamentos  tantas vezes .O que você estaria fazendo, deitado na sala  ou passeando com alguém?.Peguei o celular pra discar seu numero. Não tive coragem!  Não posso mais uma vez destruir você. Pois você sempre será a parte mais bonita da minha história 




Me coração sangra...

DAS COISAS QUE CONTINUO SEM SABER DIZER

Eu sempre me perco nas palavras quando tento te falar dessas sensações todas que me despertas cada vez que com um simples olhar você me arrepia inteira e me tens toda antes mesmo que me toques. E quando, finalmente, me puxas para tua saudade, já sou completa e irremediavelmente tua. E quando teus dedos desenham meu rosto e tua língua vagarosamente contorna meus lábios e deliciosamente mergulha na minha boca, cada palavra minha flutua no seu céu do teu beijo... me transformo! Já não sou eu, nem rima nem verso. Uni-verso!  Meu universo em você!

(Em você encontro sempre a parte mais bonita de mim...)

Texto do blog da Cris.

Você sempre será o meu melhor sorriso.
A mão que melhor segura a minha. 
O meu melhor amor.





"Aos caminhos entrego o nosso encontro"
Caio F.

E lentamente toda palavra cala
E de repente nenhum silêncio fala
E a vida passa apressada
E o mundo gira sem abraço
E os olhos desviam o encontro
E o coração sangra um sonho
no sopro de um Adeus...

(Como se entre eles pudesse existir Adeus)
Cris Luz

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus. De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul. Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis. Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo. Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso. Ao lado delas,pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.

Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra. Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza. Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria. Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso panda. Tocando com os olhos os olhos da paz. Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.

Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar. Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está dançando conosco de rostinho colado. E a gente ri grande que nem menino arteiro.



 


“Uma forma simples, mas poderosa de iniciar o processo de lembrança do propósito da sua alma, é fazer uma pergunta a si mesmo: 'Se eu não tivesse que me preocupar com dinheiro; se não tivesse que agradar a ninguém, o que eu estaria fazendo? Onde eu estaria nesse momento?"
 Sri Prem Baba

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo