E eu aprendi a esperar, a respeitar esse tal "tempo certo" das coisas. Aprendi também que os meus erros passados, todos eles, foram por ter pressa. Aquele ditado que diz que a pressa é inimiga da perfeição está corretíssimo.  Eu tive tanta pressa,  pra te ter, pressa pra te amar, pressa pra ter filhos contigo e pra ter um ninho. E no fim,  tive também pressa pra te aprisionar.  E nessa de querer ter um infinito contigo, só recebi migalhas, restos de sentimentos, de momentos. Logo eu, que sempre detestei coisas mornas, me contentei com um café frio, com quartos de motel barato e com barraquinhas( com vizinhos 'maconheiros').
Mas, enfim... Cada experiência, nós trás e leva algo. E nessa de tentar viver um conto de fadas, me tiraram a coroa, mas em contrapartida me deram estrelas. 

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo