Então eu tive uma das experiências mais fortes da minha vida. Não havia nada além de um espelho e palavras que eu dizia para os Outros, mas tive que me dizer olhando nos olhos: os mais tristes que já tive. Minha voz tava embargada, mas meu coração tinha certeza do que dizia. Minha fisionomia mudou, e eu consegui gargalhar novamente por ser exatamente como quem estou me tornando.
Eu estava me fazendo muita falta.
Marla de Queiroz

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo