Faz um tempo, minha esposa tomou a missão de colocar frutas no meu café da manhã.
Outro dia, uma tarde chuvosa, saí do trabalho e passei no mercado para comprar alguns mamões. Na banquinha, achei só uns poucos, e todos meio feios. Garimpei, escolhi os mais apresentáveis e acabei conseguindo três, cada um com algum defeito pequeno.
Na manhã seguinte, cortei o primeiro em dois: uma metade com umas marcas de batida na casca e a outra perfeita. Comi a parte pior –tive que jogar uma colherada no lixo– e deixei a melhor sobre o balcão da cozinha. Mesma coisa fiz na segunda manhã, com o segundo. O último que sobrou na geladeira tinha uns pontos pretos; virei-o na prateleira de um jeito que escondesse as manchas.
Pois hoje, dia do último mamão, minha mulher acordou mais cedo –normalmente eu me levanto meia hora antes– e, quando eu saí do banho, ela já tinha tomado café da manhã e cantarolava no quarto. Fui para a cozinha e estava lá meu cereal, o leite, o pão, os frios e uma metade de mamão. Na hora, lembrei dos pontinhos podres e virei o bendito para ver: imaculado. Minha esposa acabara de ficar com o pedaço ruim.
Pegando a colher, me senti meio culpado por não ter ido à cozinha antes que ela. Mas, no segundo seguinte, pensei que isso seria negar que ela também pudesse fazer algo por mim. Imagino que tenha ficado feliz por ter saído da cama mais cedo para descobrir a parte ruim do mamão e escondê-la de mim, a mesma alegria silenciosa que eu tivera nos dois dias anteriores. Porque, no fundo, um casamento é isso: oferecer ao outro sempre a melhor metade.
http://www.blogdomarcone.com.br/

Hoje acordei com vontade de ser feliz, como a tempos não tenho sido. E ao abrir o face com a promessa de nunca mais olhar um tal face que me faz mal, cair em uma outra página que tinha essa mensagem. Fiquei encantada com a capacidade  de certas leituras aparecerem nos momentos corretos. Decidi compartilhar com vocês. E quantas vezes paramos de dar o nosso melhor em nossas em relações, em? 
Portanto, que seja doce a metade dos nossos mamões. Que seja cheio de ternura cada gesto que fomos dar e receber.  Ah, obrigada aos meus 132 seguidores. E ao meu querido admirador. Quase choro com a sua ultima mensagem. Delicadeza, inteligencia e sabedoria em suas palavras. Encantada seria a palavra mais correta pra usar. Gratidão. Você me lê em cada momento. 

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo