E nós que morávamos um no Outro ficamos sem casa.
Perdoe a falta de abrigo, é que agora eu moro no caminho.

Marla de Queiroz

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo