E naquele abraço, eu já sabia que seria o último. Sei lá, estive em seus braços e quando segurou minha mão e disse que me amava, senti um frio na espinha. Aquilo foi tão assustador. Te abracei e senti... Esse é o nosso ultimo abraço. Te dei as costas e seguir viagem, pra nossa vida sem ti. 

As duas horas de viagem seguintes, pensei em tudo que vivemos. Tive a ligueira impressão que foi tudo uma grande ilusão. Vivemos ou sonhamos? Nunca saberemos! 

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo