A gente deve olhar para a própria vida e para os nossos erros antes de sair por aí dizendo coisas inacreditáveis sobre os outros. Por favor, me respeite. Nem sempre eu me respeitei. Muitas vezes me passei a perna, puxei meu próprio tapete, esqueci de mim e de tudo que eu queria, me maltratei. Muitas vezes me machuquei de propósito, me fiz sofrer gratuitamente. E me arrependo. Me arrependo, sim. Me arrependo, mesmo. Já me pedi desculpa, já me perdoei, não adianta a gente carregar uma cruz pesada, insuportável, não adianta a gente bater com a cabeça na parede e se ferir, a gente tem que se perdoar. Então, me perdoei.

Clarissa Corrêa


Estou me perdoando por tudo que já fiz de errado. Aos poucos a vida vai ficando leve...

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo