"Eu te estranhei.
Por seres tão eu.
Por seres a melhor e mais perfeita
tradução de mim mesma.
O reflexo meu diante de ti." 
Bibiana Benites



E dói, sabia? Dói saber que você pode segurar outra mão. Que seus beijos podem ser de outras. Dói não ter o seu corpo pra me encostar nas noites que estou triste. Dói também saber que mundos estão sendo feridos, pela minha vontade doida de ter o que não deveria ser meu. mas é... E é meu, eu sei que você é meu, mas me sinto  insegura, perdida  e ao mesmo tempo salva. Sinto-me segura em seus braços, amo cochilar no conforto do meu ninho ( Seus braços)  É muito bom estar contigo e poder ter o seu carinho, o seu conforto... E suas broncas. E como você briga comigo. E como o seu silêncio me tortura. E como eu adoro as suas mordidinhas de lábios. 
Eu te amo, menino! 


0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo