Sabe meu bem, 
Você faz falta  nas madrugadas onde o frio se faz presente.Faz  falta também quando uma lagrima pequenina teima em escorrer pelo meu rosto. E principalmente sinto tua falta quando estou em minha  cama e percebo que a outra metade não está habitada. Sinto  falta de ficar horas e mais horas conversando doidices contigo, de ouvir seus segredos mais intimos  e devanear as minhas confissões mais profundas. Sinto falta da Tamires que sou quando estou contigo... Tão lúcida e louca. Sinto sua falta nos fins de tarde chuvosas e nas madrugadas também. As vezes pego minhas roupas antigas só pra ver se teu cheiro ainda existem nelas, as vezes consigo sentir o seu perfume , confesso que é tão bom. Sinto falta  do perfume que você usava antes, criticava o tempo todo, mas hoje sinto falta do seu antigo aroma. Era tão seu...
Sinto falta das coisinhas bobas...
Tenho sentido tanta falta de ti!

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo