"Eu perco o chão, eu não acho as palavras, eu ando tão triste, eu ando pela sala. Eu perco a hora, eu chego no fim. Eu deixo a porta aberta, eu não moro mais em mim. Eu perco as chaves de casa, eu perco o freio. Estou em milhares de cacos, eu estou ao meio. Onde será que você está agora?"
 Metade, Adriana Calcanhotto 

1 permitiram-se:

Menina disse...

Amo essa música, linda!
=)
Lindo seu blog viu?
Beijo

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo