Você com essa mania de ter tantos amigos me faz ter raiva e querer compulsivamente sua atenção. E me faz querer tanto você daqui a pouco, porque você não enjoa. E peço para que eu nunca desista de sentir essa raiva, porque não pode existir raiva mais cheia de borboletas, notas musicais e passarinhos azuis. Eu quero sim te matar, porque você tem uma mania surda de me chamar de brava, de chata, e eu quero te socar porque você já descobriu tudo o que me irrita e gosta de me ver assim. Mas quando qualquer outra coisa no mundo me irrita, eu lembro que eu tenho você pra me fazer sentir serena outra vez dizendo que não vai discutir nem brigar comigo, mesmo eu querendo muito. 
Tati Bernardi.

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo