Enquanto você está longe de mim, fico imaginando (e desejando também) milhares de momentos em que você poderia estar aqui. Como simplesmente tocar a campainha de minha casa e ao me ver abrir a porta, colocar um sorriso enorme nos lábios apenas por estar ali. Ou então naquelas noites de frio em que nenhuma coberta parece me aquecer, você chegar e fazer perceber que o seu corpo grupado ao meu faz com que a paz se alastre por tempo indeterminado. Até mesmo naquelas horas em que não precisar dizer nenhuma palavra, apenas estar juntos ao silêncio, corpo a corpo, alma a alma. Você me faz pensar em coisas das quais eu já tinha cansado de imaginar, você me trouxe a alegria de me manifestar ao amor, a felicidade, ao viver. E acredite, mesmo de longe, eu consigo te ter, te sentir, te pertencer. Sendo portanto, impossível eu conseguir te esquecer por um instante qualquer. — Léslie.

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo