A gente viveu, cresceu, aprendeu. Sofreu e riu. Mas saiu mais vivo. 
Caio Fernando Abreu. Carta a Nair Abreu

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo