E nessa tentativa  de ser eu mesma, de voltarmos  para nós, nos perdemos mais. Não encontramos o caminho  e acabamos com tudo que havia de tão belo. E os sentimentos vão virando vento... O afeto vai virando pó, dentro de uma caixa de mentiras e joguinhos que já não contam a nossa história.  Como viver algo que acaba um pouquinho mais a cada palavra impensada, a cada mentira dita, a cada silêncio? Como se vive cheio de cicatrizes... Cada um com as suas e os dois juntos e sangrando? Mas, como se destrói aquilo que é tão vivo dentro do coração? E nessa busca, vamos os dois... Um ensaiando sonhos, e o outro treinando desejos de um dia quem sabe, ter o feliz pra sempre!

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo