Tento me concentrar numa daquelas sensações antigas como alegria ou fé ou esperança.

Mas só fico aqui parado, sem sentir nada, sem pedir nada, sem querer nada."
Caio F. - Escritos de solidão urbana

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo