Meu amor,
Eu te amo tanto  que as vezes cometo atos absurdos.Sei que é difícil de entender meus comportamentos.Mas,tanto tempo sem o seu abraço ta me trazendo uma insegurança,um medo e  um sentimento tão confuso. Eu sempre me pego querendo terminar contigo,né? hoje passei o dia pensando  porque isso acontece e o resultado das minhas reflexões ... foi que ainda ,mesmo depois de quase dois anos de namoro, ainda  apresento  os mesmos comportamentos do passado. Ainda me vejo fugindo de pessoas ou sentimentos, ainda sinto medo de perder aquilo que tenho certeza que possuo. Me sinto tão pequena e sem forças as vezes! Sabe?
Tenha certeza amor, luto diariamente  comigo mesma. Luto pra não ser tão mesquinha,briguenta, futil, mandona, possessiva. Luto pra respeitar o direito de ir e vim, não só o seu, mas o de meus amigos,  e de todos que eu amo. Nem sempre consigo, as vezes faço birra, chantagem emocional, choro e no fim fico mais triste ainda por reconhecer que estou tão errada.
È tão difícil, né? conviver comigo, com a minha agressividade, manias, meu  jeito  meio bipolar e até mesmo depressivo. Conviver  comigo é conviver com muitas em um corpo só, é ter alguém doce, amiga, mas ao mesmo tempo ter alguém fria e chata.
Eu só queria pedir desculpas a todos que feri esses ultimos dias,principalmente a minha mãe e a você dengo.Desculpa de verdade!
Bom, só queria desabafar. E mais uma vez usei esse espaço pra fazer isso.

1 permitiram-se:

Antonio José Rodrigues disse...

O primeiro e decisivo passo, Tami, vc já deu: reconhece que está errando. Beijos

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo