"Gosto de olhar as pedras e os desenhos do vento na superficie da água,
gosto de sentir as modificações da luz quando o sol está desaparecendo do outro lado do rio,
gosto de sentir o dia se transformando em noite e em dia outra vez,
gosto de olhar as crianças brincando no corredor de entrada
e das palmeiras que existem no meio da minha rua —
gosto de pensar que vou sempre ter olhos para gostar dessas coisas,
e por mais sozinho ou triste que eu esteja
vou ter sempre esse olhar sobre as coisas."
Caio F. Abreu

0 permitiram-se:

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo