Já presenciei  muitas tempestades em minha vida. A maior parte das tormentas me pegou de surpresa, de modo que precisei aprender -e muito rapido- a olhar mais longe, a entender  que não sou capaz  de controlar  o tempo , a exercitar a arte da paciência  e a respeitar a fúria da natureza.Nem sempre as coisas acontecem do jeito que eu desejava , e é melhor me acostumar com isso.
Trecho do livro , Ser como um rio que flui,Paulo Coelho

1 permitiram-se:

Antonio José Rodrigues disse...

A máxima, Tami, diz: é vivendo que se aprende. Beijos

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo