"Sempre corri atrás de mim como uma criança atrás de um balão levado pelo vento. Eu era o vento e não sabia."
Alexandre Brito

1 permitiram-se:

J. Diêgo de S. Gomes disse...

de uma profundidade não tão rasa nem tão funda.

Postar um comentário

Entrem e fiquem avontade!
Coloquem aqui os seus devaneios e confissões...
BeijinhO,
Tami

 
©Suzanne Woolcott sw3740 Tema diseñado por: compartidisimo